Seguro do condomínio: obrigação pela segurança

Seguro do condomínio – Uma das principais atribuições do síndico é garantir a segurança do condomínio. Por isso, desde o ano de 1964, tanto condomínios horizontais quanto verticais são obrigados a ter o seguro contra risco de raios, incêndio e explosões de qualquer tipo que possam causar a destruição do mesmo.

Segundo a Lei 4.591 e também do artigo 1.346 do Código Civil, há um prazo de até 120 (da liberação do habite-se) para que o seguro seja contratado.

O responsável por essa contratação e pelas renovação é o síndico do condomínio. Caso contrário, pode sofrer multas pesadíssimas.

Nessa mesma lei, está especificado que o síndico responde ativa e passivamente, em juízo ou não. Isso, caso se comprove que a contratação do seguro foi feita de maneira inadequada ou insuficiente.

É por isso mesmo que se faz fundamental estar atento com a contratação e a renovação do seguro obrigatório. É essencial conferir a relação completa da cobertura. Isso tanto em casos de sinistros casados pela natureza (tempestade, raios e alagamentos) quanto por danos causados pelo homem (explosões pelo mal uso de gás, incêndios e outros)

Mais do que isso, caso o seguro seja utilizado, os valores devem ser calculados apenas baseados nas necessidades, com o objetivo de reconstrução da edificação.

Dessa forma, deve prever a correção de todos os prejuízos que foram causados pelo sinistro, independentemente do valor de mercado do imóvel.

Atenção

Todos os fatores de risco e as variáveis devem ser avaliados. Com isso, é possível escolher o tipo de seguro mais adequado às necessidades específicas do condomínio.

Os itens como explosões e incêndios, normalmente fazem parte das coberturas básicas dos seguros, bem como a cobertura em caso de queda de raio no condomínio.

No entanto, se o condomínio está mais sujeito a riscos específicos ou já conhecidos, é essencial contratar um seguro com uma cobertura mais ampla. Com isso, haverá respaldo total em caso de eventualidades.

É importante ressaltar ainda que objetos pessoais dos condôminos moradores, tais como roupas, móveis, plantas e outros não são cobertos pela apólice, que garante apenas o condomínio me suas áreas comuns, estrutura e etc.

Mais do que isso, a cobertura ainda pode incluir algumas coberturas adicionais, como é o caso de responsabilidade civil do condomínio, responsabilidade civil do síndico, danos elétricos e outros.

Portanto, tente-se bem a todos esses detalhes e esteja sempre em dia com o seguro do condomínio para não ter problemas futuros!

Precisando de um orçamento para seu condomínio? Clique AQUI e conheça a plataforma de cotação do Click Síndico News.

Siga o Click Síndico News no Instagram para ficar por dentro das novidades

#segurocondominial #segurodecondomínio #regrasseguro #segurodocondomínio #indenizaçãoporsinistro

0 visualização

Quem Somos:

O Click Síndico é um portal direcionado aos Síndico Moradores e Profissionais do Rio Grande do Sul, iniciando suas atividades em São Paulo.

Aqui o usuário encontra tudo para oferecer aos condôminos nos condomínios em que atuam, tecnologia, conteúdo qualificado, prestadores de serviços e novidades ligadas ao setor, seja ele comercial, residencial ou misto.

O quê você procura?

  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com