Riscos de não fazer a manutenção do Para-Raios

O Brasil é o país que mais recebe descargas elétricas no mundo


O Brasil é o país que mais recebe descargas elétricas no mundo. Não contar com um para-raios é flertar com o perigo, pior ainda é tê-lo, mas não fazer manutenção preventiva e ele não funcionar quando for necessário. Isso pode causar acidentes fatais e problemas legais a você, síndico.



Abaixo listamos alguns riscos de não manter em dia a manutenção do SPDA (Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas) e a edificação sofra uma descarga elétrica:


Risco de morte/choques: caso algum empregado ou morador esteja na cobertura ela pode receber a descarga elétrica. Também se alguém estiver manuseando um aparelho eletrônico que esteja conectado à tomada, pode receber uma descarga elétrica;

Queima de equipamentos: isso pode afetar tanto os equipamentos do condomínio (câmeras de segurança, portões elétricos etc.) como também os equipamentos dos condôminos em suas unidades (celulares, geladeiras, etc.);

Seguro inválido: a seguradora pode se negar a pagar a indenização ao condomínio caso a falha seja comprovada;

Danos à estrutura da edificação: um raio pode causar facilmente danos estruturais a uma edificação caso ele não seja isolado pelo para-raio.


E não podendo deixar de citar que o síndico pode ser responsabilizado civil e criminalmente caso seja comprovada a sua negligência.

Fonte: SindicoLegal