Os desafios do síndico na aplicação de uma gestão condominial sustentável

Gestão condominial sustentável.

Com o crescimento das cidades e o estabelecimento cada vez maior das pessoas em condomínio, sejam edifícios ou lotes, a sustentabilidade deve ser observada e implementada, a fim de gerar o menor impacto ambiental possível. Não é uma tarefa fácil, mas pequenas ações diárias podem minimizar os danos.

O síndico já enfrenta grandes desafios na gestão do condomínio, possuindo papel fundamental na conscientização e execução de projetos visando a preservação, tanto do meio ambiente, quanto da área comum.

Primeiramente há de ser realizado um estudo da área do condomínio, do perfil dos moradores, bem como das finanças. Dessa forma, é possível planejar a execução de acordo com a realidade do meio.

Não existe possibilidade de implementar um plano de ação único para os condomínios em geral, tendo em vista as peculiaridades de cada caso. Muitas das ações ficam limitadas à estrutura de construção do condomínio, ficando inviável a sua aplicação.

Visando uma gestão que atenda as necessidades do condomínio e do ambiente em que se encontra, o síndico deve se pautar pelas abordagens da sustentabilidade, quais sejam:


  1. Ambiental

  2. Econômica

  3. Social

  4. Ética

  5. Jurídico política.

Na abordagem ambiental, um dos maiores problemas é o lixo produzido. Se ele não for descartado corretamente, gera poluição e infestação de pragas e parasitas, ocasionando diversas doenças.

O síndico deve fazer campanhas de conscientização dos moradores a fazer o descarte, com a separação do lixo eco do orgânico. Mais do que isso, disponibilizando espaço, sempre que possível, para acondicionamento do lixo reciclável para posterior apropriada destinação final. Deve, também, controlar as obras, fazendo a fiscalização para que sejam acomodados em containers.

Além disso, deve-se primar pela arborização e vegetação, tornando o ambiente mais agradável, por óbvio, respeitando as peculiaridades das espécies escolhidas e do local onde serão colocadas. Na abordagem econômica, deve observar o equilíbrio de custo e benefício, bem como rechaçar o desperdício.

Seno assim, ações como a instalação de sensor de presença de lâmpadas, troca das mesmas por led, controlar o desperdício de água, são viáveis para quase todos os condomínios. Isso torna menor o custo e o esgotamento das reservas naturais.

Alguns condomínios já possuem sistema de armazenamento da água da chuva e sua reutilização, outros possuem painéis de energia solar, todavia, tais exemplos não podem ser utilizados em prédios antigos ou com poucas unidades, em razão do elevado custo.

A abordagem social trata da relação do síndico com a comunidade por ele administrada e com terceiros. Deve-se manter um relacionamento harmonioso, sendo o síndico o mediador dos conflitos, aberto ao diálogo e a sugestões. Dessa forma, envolvendo todos os moradores nos projetos a serem desenvolvidos durante a sua gestão.

Neste diapasão não há espaço para exclusão, sequer dos pets, que hoje fazem parte das famílias que ocupam os imóveis.

Tarefa essa que envolve empatia e é diretamente relacionada também com a abordagem ética. Uma vez que nos colocamos no lugar do outro, conseguimos entender os problemas enfrentados e minimizamos os danos ocasionados.

Agir com ética é servir de exemplo, priorizando o bem comum, preservando o meio em que se vive e respeitando a todos.

Por fim, a abordagem jurídico política no condomínio, nada mais é do que aplicação da convenção, regulamento interno e legislação pertinente, ou seja, o cumprimento das normativas a fim de assegurar um ambiente salutar e igualitário.

Assim, o síndico tem papel fundamental em transformar o condomínio num ambiente sustentável, como já referido, não é tarefa fácil, mas que pode ser adequada para a realidade de cada caso.

O síndico não é apenas um fiscalizador e executor da vontade comum, mas sim um gestor e transformador de ideias, visando o bem e a sustentabilidade do ambiente administrado.

Autora:

Aline Dantas Müller Neto, Advogada, Síndica Profissional, Sócia da DF Síndicos Profissionais, aluna da Pós Graduação em Gestão Condominial da FAMAQUI. E-mail: dfsindicosprofissionais@gmail.com

​Faça sua COTAÇÃO no Click Sindico News, empresas credenciadas lhe atenderá.

Siga o Click Síndico News nas redes sociais: Instagram e Facebook

#sustentável #gestãodesíndico #gestãocondominialsustentável #gestãocondomonial #sustentabilidade #síndico #condomínios

0 visualização

Quem Somos:

O Click Síndico é um portal direcionado aos Síndico Moradores e Profissionais do Rio Grande do Sul, iniciando suas atividades em São Paulo.

Aqui o usuário encontra tudo para oferecer aos condôminos nos condomínios em que atuam, tecnologia, conteúdo qualificado, prestadores de serviços e novidades ligadas ao setor, seja ele comercial, residencial ou misto.

O quê você procura?

  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com